domingo, 16 de maio de 2010

Saudades...

Sinto saudades de um tempo que não existiu...
Do vento calmo daquelas tardes de verão.
De uma felicidade intensa!
Saudades dessa vida que não tive...
De tudo que passei e não percebi...
Dos momentos tranquilos que aquela paz trazia,
das noites quentes com a emoção do verão...
Tenho vontade de viver tudo de novo e sentir a realidade de cada momento,
e não pensar que é um sonho essa felicidade.
Que saudade das canções que faziam parte da vida,que tocavam meu coração quando nas tardes
eu sorria...
Sinto saudade do silêncio no qual eu meditava tranquila na paisagem daquela vida sensata!
Do ocêano infinito que na paz me acalmava...
Saudade de tudo!

O que o passado nos faz relembrar,são coisas irreais,pensamentos longínquos!
Eu sinto uma calma ao recordar...um vento morno trazendo lembranças!
As vezes uma angústia,uma respiração acelerada querendo voltar...
Pudera eu voltar!
Controlaria meu presente,me vestiria de coragem,seria gente!
Pensar me faz calar,me faz dormir em meus pensamentos,sonhando com o tempo...
Há! esse tempo tão tranquilo,a música surgia com a brisa morna...
Os pássaros cantavam felizes!
Passado é voltar,voltar é sonhar e sonhar é nunca mais...

Seria triste perceber sua ausência,sem lembrar da felicidade que se foi junto!
Essa brisa recordação,esse céu azul limpo,essa tarde calma...
Tudo traz de volta a vontade de abraçar-te nesse presente...


(essa noite sonhei com minha mãe)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário